3 maneiras de transformar o mundo como au pair

Um ano como au pair não é como outro qualquer, é uma mudança completa de vida em apenas um ano. Uma oportunidade única de ganhar dinheiro na gringaviajar, melhorar o inglês, fazer parte de uma família americanaconhecer gente do mundo inteiro e ainda fazer a diferença no mundo! 

Au pairs como a Luisa da Colômbia, impactam positivamente a vida de pessoas muito especiais: suas host kids!

Au pairs impactam positivamente a vida de suas host kids

As au pairs causam um impacto gigante na vida de seres pequeninos mais do que especiais: suas host kids! Afinal, participam ativamente do desenvolvimento de bebês, crianças e adolescentes, exercendo um papel fundamental na construção da autonomia, autoestima, do amar e ser amado. Kelly, host mom da Califórnia afirma: “Niki ajudou meu filho a ter boas maneiras, a aprender a dividir, a apreciar a natureza, a tratar as pessoas com respeito e a ser mais criativo. Ele sempre fala que ama a mamãe, o papai e Niki. Isso só prova o quanto Niki se tornou especial em tão pouco tempo. 

A au pair alemã Kira adora ser um exemplo para suas host kids: “Me sinto tão à vontade, que é como se eu estivesse em casa.”

A host mom Ashley, também é extremamente grata por tudo que a au pair Sofia tem feito por sua família. “Além de cuidar muito bem de nossos filhos, ela é paciente, atenciosa, bondosa e divertida. Adoramos conhecer sua cultura e torcemos para que ela realize o sonho de ser médica. Sua paixão por medicina é tão grande que acabou influenciando nosso caçula de 2 anos. Ela fez toda diferença em nossas vidas e tenho certeza de que seu futuro será brilhante”.

Au pairs são ótimas embaixadoras do seu país

As au pairs acabam sendo também ótimas embaixadoras, pois compartilham a cultura, o idioma, a culinária, as tradições e os costumes de seus países com suas famílias anfitriãs e amigos. Uma simples conversa pode acabar de vez com estereótipos e promover uma maior compreensão sobre um lugar e seu povo.

A au pair Melanie ajudou os americanos a conhecerem melhor os costumes e a cultura mexicana, durante o período em que morou nos EUA.

A au pair Melanie diz que antes mesmo de morar nos EUA, já tinha plena consciência de que muitos conceitos errados referentes à cultura e o povo mexicano, são gerados simplesmente pela falta de informação. Por isso, quando chegou aos EUA, se dispôs a ajudar os americanos a entenderem melhor o povo e a cultura de seu país. Foi uma ótima oportunidade de mostrar como os mexicanos realmente são, o que pensam e como vivem.

Herschelle, au pair da África do Sul, é adorada no bairro onde mora com sua família anfitriã, em Massachusetts.

É muito comum as au pairs influenciarem também outras pessoas de suas comunidades, como é o caso de Herschelle, uma au pair sul-africana que conquistou a criançada do seu bairro. Todos os dias elas vão até a casa de Herschelle para conversar. Sua host mom diz que ela virou a atração da vizinhança. 

 

As au pairs também têm oportunidade de aprender os costumes e o modo de vida dos americanos. A pesquisa EurekaFact 2020, constatou que 97% das au pairs compreenderam melhor a cultura americana no período em que moraram nos Estados Unidos! O vídeo 10 perguntas sobre a Cultural Care, mostra claramente como algumas au pairs mudaram completamente sua percepção em relação aos americanos. A maioria simplesmente não fazia ideia de como os americanos eram simpáticos e receptivos! 

A au pair Sarka da Repúplica Theca e sua amiga Vilma da Suécia, adoram compartilhar a culinária, os costumes, as datas comemorativas e as tradições de seus países com suas host kids.

A vivência na casa de uma família anfitriã por um ano ou mais, promove uma troca cultural riquíssima entre as au pairs e host families. Brigid acredita que é praticamente impossível mudar a percepção sobre algo ou alguém durante uma semana de férias em determinado lugar. No caso das au pairs é completamente diferente, pois você tem tempo suficiente para isso. As trocas culturais, um dos grandes benefícios do programa, são importantes para a construção de um mundo com mais empatia e tolerância. 

Au pairs se tornam líderes focadas para o bem

Au pairs voluntárias na Maratona de Nova York, acharam o máximo esta oportunidade de fazerem a diferença!

Muitas au pairs encontram diversas maneiras de ajudar o próximo durante sua permanência de um ou dois anos nos EUA. A au pair colombiana Isabel por exemplo, começou a ligar para idosos que se sentiam sozinhos durante a pandemia. Tamar do Reino Unido fez uma campanha de Ação de Graças para arrecadar alimentos. A polonesa Klaudia, foi voluntária na Maratona de Nova York e a alemã Joana ajudou a cuidar de um abrigo de animais. 

Muriel, au pair da Alemanha e suas host kids, fizeram questão de participar da Manifestação Vidas Negras Importam.

Muitas au pairs apoiam e defendem diversas causas. Jeanne da África do Sul, é um ótimo exemplo. Ela e sua família anfitriã tinham sempre conversas sérias sobre questões importantes como justiça social. Além disso, sempre apoiou a comunidade negra, participando de manifestações e comícios. Sua host mom Monique é extremamente grata por Jeanne sempre lembrar os meninos o quanto suas vidas importam. A au pair Arantxa, se fantasiou de urso polar em um protesto contra mudanças climáticas e Joana da Argentina, lutou pelos direitos das mulheres. 

Joana, au pair da Argentinaao lado da estátua Fearless Girl em Nova York. Antes mesmo de ser au pair, ela já defendia os direitos das mulheres e esta experiência permitiu que ela compartilhasse suas ideias e pensamentos com pessoas do mundo inteiro. 

Seja por iniciativa própria, motivadas por projetos voluntários tão presentes nos EUA ou incentivadas por suas famílias anfitriãs e Local Childcare Consultant (LCCs), as au pairs acabam encontrando uma forma de ajudar e fazer a diferença no mundo, encorajadas por uma autoconfiança inabalável desenvolvida durante esta experiência fantástica. 

Cultural Care Au Pair
Cultural Care Au Pair
Somos da Cultural Care! Acreditamos que o intercâmbio cultural torna o mundo um lugar melhor, por isso nossa missão de vida é ajudar as au pairs a terem experiências enriquecedoras nos Estados Unidos. Quando não estamos ajudando as au pairs a viajar, aprender, crescer e viver a melhor experiência de suas vidas nos EUA, provavelmente estamos comendo doces de todas as partes do mundo e bebendo muitas xícaras de café.