• Trabalho e viagens
Escrito por December 3, 2019

Porque me tornei uma au pair

A decisão de trabalhar e viver nos EUA como au pair

By sophieschirmer

Em 2016, decidi ser au pair. Queria fazer algo mais pela minha vida, mas não sabia exatamente o que. Tive a sorte de ter dois amigos que já tinham sido au pairs. Suas histórias me incentivaram e me deram coragem e confiança para que eu tomasse esta decisão.

Sempre gostei de cuidar de crianças, fui babá dos meus 3 sobrinhos e 4 dias por semana dava aulas de dança para alunos de 3 a 20 anos. Por isso achei que ser au pair tinha tudo a ver comigo.

Outro fator que me fez querer ser au pair, foi o desejo de conhecer outra cultura. Cresci vendo na TV e nos filmes, coisas que só tinham na América. O famoso ônibus escolar amarelo, as mãos diferentes das ruas, a direção contrária nos carros. Queria ir até lá para ver como viviam.

Assim que decidi ser au pair, comecei a pensar em tudo. O fato de ter que morar com “estranhos” poderia ser bem estressante. Antes do processo de colocação na família anfitriã, fiquei com um pouco de medo. Sempre imaginava como seria viver na casa de outras pessoas. Mas depois que cheguei, percebi que era uma preocupação à toa. Depois que arrumei o quarto do meu jeito, parecia que vivia lá há anos. Foi muito mais fácil do que pensei e quando você tem uma família anfitriã maravilhosa, tudo fica melhor.

 

Porque me tornei uma au pair

Outro benefício incrível foi fazer novas amizades. Era sempre muito divertido conhecer gente nova, mesmo que não fosse au pairs. Os nativos sempre sabiam os melhores lugares para sair. Foi ótimo conhecer também outras au pairs, principalmente as que cuidavam de crianças com idades semelhantes, trocávamos muitas ideias.

Outra motivação que achava bem legal era poder viajar pela América. Você se já se imagina nessa aventura, morando em um país que você cresceu vendo na TV, mas melhor do que sonhar é ver tudo de perto. Ir a todos estes lugares foi simplesmente sensacional e só me mostrou que tenho capacidade de fazer qualquer coisa. Estava fazendo exatamente como meus amigos que foram au pairs antes de mim.

Desde que voltei para casa, sinto que realmente mudei! A experiência como au pair me tornou uma pessoa melhor, pois me fez sair da zona de conforto. Tenho outra visão e atitude perante a vida. Sou mais confiante e não tenho medo de nada. Quando estava no exterior, tinha que me virar sozinha. Se quisesse ou precisasse de algo, tinha que correr atrás. Uma das minhas maiores descobertas foi a paciência, sou muito mais paciente do que antes. Como estava em um ambiente completamente novo, tive que aprender a ser mais paciente até em situações mais simples como: esperar o semáforo abrir ou minha vez na fila. No meu país era um pouco diferente, as coisas eram mais rápidas. Além disso, precisava ter paciência com as crianças, principalmente com a de 2 anos que ainda estava aprendendo tudo.

Sinceramente, amei minha experiência como au pair. Foi a melhor decisão que eu tomei. Só tenho boas lembranças e é algo que vou levar para o resto da vida.


Meu nome é Sophie, tenho 23 anos e sou australiana. De 2017 a 2018, fui au pair na Califórnia onde cuidei de 3 meninas. Amei viver o sonho americano cercada por areia, mar e surfe. Adorava explorar tudo que a América tinha a oferecer. Um dos meus programas preferidos era gastar todo meu dinheiro na Target.

Mais popular

Mais sobre Trabalho e viagens

A line drawing of a gumball machine

Pronta para uma aventura?

Inicie seu processo hoje e fique um passo mais perto de se tornar uma au pair nos EUA. Comece o capítulo mais emocionante da sua vida!

Início