• Histórias de Au Pairs
Escrito por August 13, 2019

Cuidando de bebês

Por que ter experiências com bebês é tão importante?

By Vanessa Johana Villa Parra

Quando comecei a pensar em me tornar uma au pair, tive muitas expectativas sobre a experiência. Eu pensei sobre o idioma, conhecer novas pessoas e viajar, mas a coisa mais importante que eu pensava era a idade da minha criança anfitriã. Há muitos fatores a serem considerados ao escolher a família certa para você e a idade das crianças que você cuidar é algo importante a se considerar! Afinal, as crianças sempre serão as pessoas mais próximas à você enquanto você estiver nos EUA.

 

Eu cresci com uma irmãzinha e foi uma grande aventura para mim. Todos os dias eu tive a oportunidade de ver e aprender algo novo: seu primeiro sorriso, suas primeiras palavras, a primeira vez que ela tentou andar… o tipo de coisa que faz seu coração bater mais forte. É incrível a rapidez com que as crianças crescem e é maravilhoso vê-los atingir esses marcos. Essa é uma das razões pelas quais tomei a decisão de trabalhar cuidando de bebês.

 

Ligação com uma criança

 

Cuidar de um bebê significa ter a capacidade de amar incondicionalmente, ser corajosa e saber lidar com diversas situações. Os bebês precisam de alguém para mostrar à eles como o mundo funciona, como andar, como falar e mais o mais importante: alguém para mostrar como ser uma pessoa amável e gentil. Ter um bom modelo como exemplo, é uma parte significativa e que irá determinar o tipo de pessoa que uma criança se tornará.

 

Você não precisa ler cem livros sobre bebês para conhecer sua criança anfitriã, porque uma conexão forte permite que você saiba exatamente o que eles querem naquele momento. Os bebês ajudam você a melhorar sua capacidade de se comunicar sem usar as palavras, porque sim, podemos aprender com eles também!

 

Escolhendo cuidar de um bebê

 

Como au pair, aprendi muitas coisas sobre a cultura americana , como melhorar meu Inglês, como me preparar para uma viagem de fim de semana e como conhecer pessoas; mas ao mesmo tempo, tenho me conhecido. Minha pequena me mostra o quanto posso amar alguém que não é meu parente. Ela me mostra como um abraço pode ser significativo, ou como um pequeno sorriso pode transformar um dia difícil.

 

Quando comecei a entrevistar com minha família anfitriã, minha host não havia nascido ainda. Eles estavam tão animados para conhecer a bebê… compartilhar esse momento com eles foi maravilhoso. Quando eu recebi a primeira foto dela, senti como se estivesse esperando por ela há muito tempo, embora eu não estivesse. Ela crescerá sabendo que eu a escolhi antes dela vir a esse mundo e que eu a amarei por toda a minha vida.

 

Vida nos EUA com um bebê

 

O que mais gosto sobre cuidar dos bebês é a sensação de liberdade no meu trabalho. Você geralmente decide o que fazer durante o dia; alguns dias você pode dar um passeio, ir ao parque ou a um museu, ou simplesmente correr um pouco com a melhor companhia (seu host kid!). Na maioria das vezes, o seu horário de trabalho é o mesmo e é geralmente durante o dia, o que significa que na maioria das vezes você tem noites e fins de semana de folga.

Cuidando de bebês

Algumas pessoas dizem que cuidar dos bebês não é uma boa idéia, porque você não pode praticar ou melhorar o seu inglês, mas posso dizer que isso não é verdade! Cerque-se de pessoas que podem incentivá-la a melhorar suas habilidades no inglês, como au pairs de outros países que não falam seu idioma nativo ou babás americanas do seu bairro. Tenha uma mente aberta e não tenha medo de falar em inglês com outras pessoas. Construa um bom relacionamento com seus pais anfitriões e converse com eles todos os dias; mesmo que seja apenas sobre o clima, no final, tudo é útil. E lembre-se de que falar não é a única maneira de aprender. Você poderá assistir TV, filmes e vídeos na internet em inglês. Se você gosta de ler, tente ler livros, revistas, jornais ou blogs em inglês, isso ajudará você a aprender novos vocabulários e gramática que você pode usar quando estiver falando.

 

Atividades para se fazer com um bebê

 

Às vezes as pessoas acham que cuidar dos bebês é um trabalho chato, porque elas acham que os bebês não fazem nada divertido, o que também não é verdade. Você pode encontrar muitas atividades no seu bairro, como a aula de natação, onde você pode entrar na água com seu bebê (confie em mim, é muito divertido!). Há também aulas de música, onde você e seu bebê podem cantar juntos (mesmo que você pense que não pode tocar instrumentos e também vai conhecer mais pessoas!), ou um dos meus favoritos, que é a hora da historinha nas bibliotecas ou livrarias. Aonde eu costumo ir, as pessoas se vestem com fantasias fofas, tocam violão, lêem livros e cantam. Todas essas coisas juntas são literalmente como um teatro para bebês. Cuidar de bebês pode ser muito divertido, você só precisa encontrar as atividades certas para fazer com eles.

Cuidando de bebês

Na minha experiência como au pair, aprendi a encontrar mais em mim mesmo. Eu me tornei mais independente, confiante e confio mais nas minhas habilidades. Eu posso te dizer que você terá dias difíceis e você que se sentirá triste às vezes. Nem todo dia será maravilhoso, mas quando você estiver enfrentando uma situação difícil, pense no que te trouxe até aqui, em quem você era antes e no que você se tornou. Confie em mim que os bons dias superam os maus! Torne as situações difíceis em uma oportunidade para aprender sobre você mesma. Eu prometo, você não vai se arrepender de nada sobre essa jornada incrível.


Olá pessoal, sou a Vanessa da Colômbia. Eu sou uma au pair em San Francisco, estou aqui há mais de um ano e não me arrependo de nenhum segundo dessa experiência. Eu sou uma sonhadora que está sempre procurando por novas aventuras e memórias realmente boas. Estou muito feliz por receber essa oportunidade de compartilhar minha história, para que eu possa inspirar mais pessoas a entrarem nessa experiência maravilhosa.

Mais popular

Mais sobre Histórias de Au Pairs

A line drawing of a gumball machine

Faça a diferença, seja uma Ambassador do programa!

Você pode ajudar a melhorar nosso programa e impactar positivamente a vida de outras au pairs. Se você é ou foi uma au pair, inscreva-se para participar do nosso programa Ambassador hoje.

Cadastre-se agora